Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2018

"Se ela se portar mal, ponho-a na Super Nanny"

Imagem
foto retirada do site https://amorexigente.org.br Clara (nomes fictícios) entra no meu gabinete e diz, de cara séria: "Agora tenho mais uma coisa para dizer à Rita." Refere-se à sua filha de 7 anos. "Se ela se portar mal, ponho-a na Super Nanny." E ri-se.  Clara tem consultas regulares comigo há cerca de um ano, primeiro semanais e agora quinzenais. Mas não é ela a minha cliente. Ela veio pedir ajuda para a sua filha, que tinha comportamentos de oposição constantes em casa.  Clara faz a piada e o que eu a oiço dizer é: eu sei o que custa educar uma filha em condições difíceis, sei que às vezes é preciso ajuda, e sei que as mudanças levam tempo e precisam de suporte. E ela sabe que eu sei o mesmo porque estamos a trabalhar nisso juntas. O trabalho tem sido produtivo, com avanços e retrocessos, mas com uma evolução positiva constante. Clara teve oportunidade de reflectir sobre a sua actuação enquanto mãe e sobre o que a afectava ao cumprir esse papel. E